ad

Questões Mais Frequentes – Metais

Metais

O ferro precisa de ser tratado para ficar protegido da oxidação que o irá atacar e destruir.
O primeiro e mais importante passo neste processo é a preparação do ferro. é a partir deste passo que se irá dar mais ou menos tempo de vida ao objecto. Siga os seguintes passos:
  1. Preparar o metal de modo que se apresente isento de ferrugem, poeiras, gorduras e outros contaminantes decapando, escovando com escova de aço ou lixando. Se a ferrugem estiver bem aderente, depois de uma escovagem ligeira poderá aplicar-se um produto que se chama Conversor de Ferrugem.
  2. Aplicar uma demão de Primário apropriado para superfícies de ferro, tipo Zarcão que irá dar protecção anticorrosiva.
  3. Finalmente aplicar duas camadas de tinta de esmalte.
Existem tintas de acabamento especiais que prescindem a aplicação do primário de aderência, basta aplicar a tinta, após a limpeza da superfície.
Saiba um pouco mais sobre este tema, lendo o nosso artigo "Como Pintar Metais" aqui.
Existem metais ferrosos e metais não ferrosos, ou seja os galvanizados (chapa galvanizada, zinco, alumínio). Estes metais devem ser protegidos para não se degradarem com o tempo, para isso siga as indicações abaixo:
  1. Preparar o metal de modo que se apresente isento de poeiras, gorduras e outros contaminantes, efectuando uma limpeza cuidadosa com diluente sintético.
  2. Aplicar uma demão de primário próprio para superfícies galvanizadas, que irá promover a aderência da tinta de acabamento.
  3. Finalmente aplicar duas camadas de tinta de esmalte.
Existem tintas de acabamento especiais que prescindem a aplicação do primário de aderência, basta aplicar a tinta, após a limpeza da superfície.
Saiba um pouco mais sobre este tema, lendo o nosso artigo "Como Pintar Metais" aqui.
Se a pintura se encontrar em bom estado, lixar e efectuar uma limpeza cuidadosa com diluente sintético, para remover gorduras ou produtos de manutenção anteriormente empregues. Se a pintura se encontrar em mau estado, removê-la por raspagem cuidadosa usando um decapante.
Para retirar a ferrugem a uma superfície pode utilizar uma espátula, um raspador triangular, lixa, uma escova de arame, palha-de-aço, ou um equipamento próprio para o efeito e à venda em qualquer loja de tintas ou bricolage.
Quando a tinta aplicada nas molduras metálicas (janelas, portas) começam a desprender-se, a única solução é lixar as superfícies para obter uma melhor aderência. Aplicar uma primeira demão de primário para metal ferroso ou especial para alumínio (conforme o caso) e terminar com duas demãos de tinta de esmalte.
Para conseguir que a tinta adira ao metal galvanizado (chapa galvanizada, zinco, alumínio), sem que se desprenda, deve seguir este procedimento:
  • Utilizar um primário especial para prover a aderência em metais galvanizados e acabar com uma tinta de esmalte normal.
  • Como alternativa, pode aplicar uma tinta de esmalte especial para metais galvanizado sem necessidade de primário de aderência.
Para pintar aço inoxidável deve proceder da seguinte forma:
  • Remova todos os vestígios de gordura, corrosão ou qualquer outra contaminação utilizando um diluente sintético.
  • Utilizar um primário especial para prover a aderência em metais galvanizados ou um primário multi-superfícies.
  • Fazer o acabamento com uma tinta de esmalte.
Para pintar sobre superfícies em chumbo (por exemplo tubagens antigas), deve proceder da seguinte forma:
  • Remova todos os vestígios de gordura, corrosão ou qualquer outra contaminação utilizando um diluente sintético.
  • Utilizar um primário especial para prover a aderência em metais galvanizados.
  • Por último, aplicar uma tinta de esmalte como acabamento.
Sim, pode-se pintar directamente sobre a ferrugem mesmo sem a lixar previamente desde que utiliza um esmalte especial para esse fim.
Existem esmaltes especiais com antioxidante, para este tipo de aplicações, que evitam a que a ferrugem reapareça.
De um modo geral pode-se aplicar as tintas sobre o metal, no exterior, entre os 5° C com uma humidade relativa inferior a 75% e no máximo uma temperatura de 35° C.
Se for em madeira esta não deve ter mais de 8% a 12% de humidade.
A superfície nunca deverá estar muito quente e com 2 a 3º C acima do ponto de orvalho.
Deve-se consultar sempre as instruções do produto que se vai aplicar.
Se a grade metálica não está oxidada e ainda aparenta um estado razoável é possível voltar a aplicar uma mão de tinta por cima da velha sem a decapar.
Para facilitar a aderência, deve-se lixar previamente a grade, com lixa própria.
Se for possível, deve-se evitar a aplicação de demasiadas camadas de tinta (como muito, 4-5 capas) pois a tinta poderá estalar, o qual obrigará a decapar tudo e voltar a iniciar o trabalho.
Se a pintura se encontrar em bom estado, lixar e efectuar uma limpeza cuidadosa com o diluente sintético, para remover gorduras ou produtos de manutenção anteriormente empregues.
Se a pintura se encontrar em mau estado, removê-la por raspagem cuidadosa usando um decapante. Após isto, proceder como numa superfície nova.
Sobre uma galvanização a quente, aplicar um desengordurante (dissolvente universal ou acetona), deixar actuar e enxaguar antes de aplicar uma primeira demão de um primário especial para galvanizados.
O ácido clorídrico permite polir e limpar os metais, preparando-os para efectuar soldaduras. Recomenda-se o ácido clorídrico, particularmente, para o zinco e o aço. É eficaz para a renovação dos cobres oxidados. Dissolve o estanho.
Sim, a chapa tende a oxidar com o tempo. Portanto é conveniente proceder à sua manutenção todos os anos, ou sempre que apresentar alguma oxidação.
Como se trata de um objecto que é difícil desenferrujar deve-se aplicar um produto que se chama "conversor de ferrugem", deixar actuar e depois limpar muito bem.
Depende da tinta que vai aplicar, mas no caso geral a resposta é não, o metal só está perfeito quando é retirada toda a ferrugem e este volta a brilhar e não apresenta qualquer ponto negro.
Existem tintas especiais para aplicação directa em superfícies com ferrugem, mas, mesmo nesses casos, é aconselhável proceder-se a uma limpeza, tirando a maior parte da ferrugem.
Não, a ferrugem aparece muito rapidamente, por vezes pode bastar uma noite para o metal ficar contaminado. Sendo assim, não é aconselhável deixar o metal desprotegido, deve-se aplicar logo de seguida, após a limpeza, uma demão de primário anti-ferrugem. A pintura pode ficar para o dia seguinte.

Não encontrou a resposta que pretendia? Então, envie-nos um e-mail com a sua questão.

Leia Também